Hardneja Sertacore, WTF?!?

Hardneja Sertacore é um projeto gaúcho que pega músicas (se é que isso pode ser considerado música) do sertanojo e transforma para o Hardcore.

Mas aí eu me pergunto: WTF*?

Ok, ok, eu tenho que respeitar o gosto alheio, mas isso é demais, estão manchando o rock com esta merda. E porque eu não posso falar e achar que o sertanejo é uma merda se quem gosta acha e fala coisas piores do rock?

Se o rock é coisa do diabo, então isso é coisa do filho emo dele, o que é muito pior.

Se isso não é sinal do fim dos tempos, sinceramente eu não sei o que é. Oremos.

E por favor, se curtiram isso, usem fone de ouvido. Eu só lamento.

* QUE PORRA É ESTA?

Anúncios

Tententender

“A gente só tem a gente. No fundo, lá no fundo, essa é a realidade. Qualquer outra interpretação é espera. No outro. Que o outro fale, que o outro perceba, que outro entenda. Não entende. Porque não é a gente. Imagina que entende, mas não enxerga porque os olhos são outros, ainda que da mesma cor.” (Kandy)

Eduque um idiota, doe um fone de ouvido

Até que enfim alguém conseguiu traduzir TUDO o que até outro dia um amigo e eu estávamos discutindo.

Você pode conferir aqui o que postei ou simplesmente continuar lendo.

Eduque um idiota, doe um fone de ouvido

Via Bacon Frito por Kalium

Eu acho que certas pessoas não deveriam poder ouvir música. Também acho que as mulheres não deveriam poder dirigir até aprenderem a fazer drift. Você que não sabe fazer drift, não fique ofendida: Cê faz parte do meu público alvo. E eu amo você. Principalmente porque não tenho que te aturar roubando meu videogame. Mas essa é outra história.

Não sei quanto a vocês, mas acho que ouvir música é, em certas horas, um privilégio. Pega, por exemplo, Star Wars: Não são todas as pessoas na galáxia que conseguem usar a Força. Se só com aquele punhado de gente já dá merda o suficiente pro George Lucas nos desapontar e lucrar com sete filmes e um punhado de seriados, pensa se todo mundo tivesse um sabre de luz. Foda que isso não acontece com a música, e todo mundo faz o que quiser. Aí o mundo passa a ser uma bosta.

Bora antes falar de gostos, algo que eu sempre comento nos textos, mas quase ninguém entendeu. O que só prova que a ideia de que eu estou cercado de idiotas tá certa. Eu tenho o meu gosto musical. Pra mim, ele é o melhor do mundo. Ninguém tem um gosto musical que me agrada mais do que o… Meu. E isso é óbvio: É o meu gosto, é a minha mente doentia. Portanto, se você gosta de Beatles ou acha Lady Gaga legal pra carái, cê pode estufar o peito, agora, e falar pro mundo que o seu gosto é o melhor da galáxia. Ninguém pode dizer o contrário. Os que fazem isso são noobs. E aposto que você já fez isso, mas tudo bem: Chegou a hora de ajoelhar-se e… Pera, só as gordinhas, heh.

Estamos entendidos. Agora, a segunda parte: Sobre gostos. Ninguém vai ter um gosto idêntico ao seu. É impossível de acontecer, tão impossível quanto encontrar uma alma gêmea. Esse negócio de encontrar alguém que é igual a você é mentira. Nem um clone seu gostaria das mesmas coisas, sendo sincero. Aí vem o respeito. Cê pode achar o gosto de alguém uma merda, mas é o gosto da pessoa. Eu acho que quem escuta funk tem que queimar no inferno, mas você não pode forçar uma pessoa assim a ouvir rock.

Ah sim, cê se sentiria bem escutando axé, enquanto sua praia é blues? Então, é tudo a mesma merda, mané.

Se todo mundo respeitasse o gosto alheio, o mundo não taria do jeito que tá. Existem pessoas que, involuntariamente, forçam as outras a escutar músicas ruins. O conceito de ruim é variável, por sinal. Enfim, qualquer pessoa aqui já pegou um ônibus na vida, espero. Não, né, cês são todos magnatas que só andam de helicóptero e, no tempo livre, acessam um site chamado Bacon Frito.

Você já deve ter se deparado com essa cena. Cê entra no ônibus no horário de pico, onde aquilo nem pode mais ser chamado de transporte, e sim de lata de sardinha. No alto das suvacadas, peidos, arrotos, tosses e espirros tão comuns no dia a dia, alguém saca uma arma de destruição em massa. Um celular. Pode ser um MP3, também. Em um instante, o filho da puta coloca uma música em um volume ensurdecedor. Todo mundo, desde o motorista ao cara do fundão, é forçado a ouvir o que o cara considera bom.

Isso não acontece só em ônibus, aliás. Muitas vezes acontece na sala de aula, metrô, AVIÃO – isso tá acima da renda. Afinal, falta de educação não é sinônimo para pobreza. Outro mito sobre essa história toda é que a música do celular é sempre um funk, axé, sertanejo e músicas mais populares. Isso é idiota. As pessoas falam isso porque nunca reclamariam se alguém estivesse tocando Chico Buarque. Ok, eu reclamaria. Mentira, eu partiria pra violência, mesmo.

A questão de ouvir música alta, desse jeito, tá acima de gostos musicais. Cê pode ser alguém que toca AC/DC no ônibus. Vou te achar tão filho da puta quanto quem toca aquelas músicas de funk, cujo nome nem sei. Cê tá forçando pessoas a ouvirem coisas que, segundo seu gosto, são boas. Elas podem não pensar igual (E o mais provável é que elas não pensem igual MESMO). Se você faz isso, você não pensa. Você é idiota. Agora que sabe disso, que tal comprar uns fones de ouvido e deixar de ser café com leite, hein?

Da série: Vá se ferrar #1

Vá se ferrar você que se ausenta e deixa o celular na mesa com aquele toque insuportável.

E não menos importante…

Vá se ferrar você que ouve música no celular sem fone de ouvido em lugares públicos no volume máximo. MORRA.

Assim está bem melhor.

Feliz aniversário, John Lennon

Embora o aniversário de Lennon seja amanhã, o Google fez uma homenagem hoje em sua página inicial com um doodle para comemorar os 70 anos do consagrado cantor John Lennon, e informou que ficará no ar até amanhã. Neste sábado, 09 de outubro, Lennon faria 70 anos.

“John Winston Ono Lennon MBE (Liverpool, 9 de outubro de 1940 — Nova Iorque, 8 de dezembro de 1980), foi um músico, compositor, escritor e ativista em favor da paz britânico. John Lennon ganhou notoriedade mundial como fundador do grupo de rock britânico The Beatles.” (Wikipédia)

 

Ao clicar na marca da empresa você verá o primeiro doodle em vídeo do Google. O doodle é uma animação enquanto Lennon canta a inesquecível Imagine (minha preferida *-*).

Se quiser participar do canal do Youtube John Lennon é só clicar aqui.

Garoto de 5 anos dando show na bateria

Este post é especial para meu amigo Rodimilson.

Babou, né?

Relaxa, você chega lá delícia. 

Show

Eu deveria ter postado um dia depois de cada show que fui este ano. Mas e a preguiça?

Claro que para algumas pessoas ir a um show é cotidiano, mas como diria a sábia Clarice Lispector “O que me mata é o cotidiano. Eu queria só exceções.

E esses shows este ano foram exceções que pra mim valeram muito a pena. Talvez, e é bem provável, que este ano eu não vá em mais nenhum show, mas posso dizer que os que consegui ir, e com muito e$forço, valeram por todos que não fui a vida toda.

Eu moro longe demais das capitais, estou bem longe de onde tem Virada Cultural e shows pra todos os gostos, e tanto ou mais da cidade maravilhosa, onde eu poderia ir no Circo Voador, eu moro numa poha de fim de mundo onde fico meses esperando uma oportunidade pra conseguir ir numa cidade mais próxima (?) ver um show que provavelmente vai me custar uns três meses de economia ou alguns meses no limite. Que fique claro que não estou desmerecendo minha cidade, só a localização dela. Obrigada por entender minha ironia.

Pra começar o ano, e muito bem obrigada, lá fomos nós pela Infinita Highway ver a menor e melhor banda do Brasil, a banda de muitas consoantes. Pouca Vogal, 15/01/10, London Pub – Uberlândia /MG.

Não foi o menor, mas com certeza já era o melhor show que tínhamos ido no ano. Rá! Marinheiros de primeira viagem tivemos uma surpresinha depois do show, mas isso você vai ficar na curiosidade de querer saber.

Duca Leindecker – Cidadão Quem + Humberto Gessinger – Engenheiros do Hawaii

Aproveitando o limite do banco, emendamos o mês de fevereiro e pegamos carona pro Nando Reis e os Infernais, 28/02/10, no Sesc – São José do Rio Preto / SP. Marinheiros de segunda viagem, chegamos atrasados e ouvimos lá da rua a primeira música ser tocada, Mosaico Abstrato, correria geral. O show foi bom, mas a gente ainda estava em êxtase pelo Pouca Vogal, então este continou sendo o melhor.

Nando Reis e os Infernais

E pra fechar meu ano com chave de ouro, ninguém mais ninguém menos que ela, Ana Carolina, 25/09/10, Centro de Eventos Taiwan – Ribeirão Preto / SP.

Ana Carolina

Claro que eu já esperava que o show seria bom, eu só não esperava que seria o melhor, simplesmente FOOOOOOODAAAAAAAAAAA

Surreal!  Ela conseguiu me fazer gostar de rosas…